Galeria

News

Carlo Manfroi é premiado em Porto Alegre

O publicitário e escritor Carlo Manfroi, colunista do Acontecendo Aqui e diretor da agência Qualé Digital, autografará livro com seu conto premiado no Concurso Literário Mario Quintana. A cerimônia acontece nesta sexta-feira, 8 de novembro, às 20h00, na Feira do Livro de Porto Alegre.

carlo premio

Manfroi avisa que os leitores do AcontecendoAqui que estiverem na Capital gaúcha estão convidados para o evento que acontece na  Praça da Alfândega, no centro da cidade.

Fonte: Acontecendo Aqui

Carlo Manfroi e Ana Lavratti lançam livro “Somos Centenários” para 100 anos da ACIF

midia acontecendo aqui - carlo manfroi - ana lavratti - 100 anos - acif

Dentro da programação de seus 100 anos, a ACIF incluiu um legado para as próximas gerações. Somos Centenários – memórias dos 100 anos da ACIF, escrito a quatro mãos pelo publicitário Carlo Manfroi e pela jornalista Ana Lavratti, terá sessão de autógrafos nestas quarta-feira, 4 de maio, no piso térreo do Beiramar Shopping. O lançamento integra o evento de despedida da programação do centenário da ACIF, com exposição de fotografias e quadros, mostra de banners e a apresentação da Cápsula do Tempo da entidade.Sempre à frente do seu tempo, a ACIF apostou em uma narrativa diferenciada para mostrar, no livro Somos Centenários, o quanto as conquistas da entidade permeiam o próprio progresso da cidade. De forma inovadora, a associação extrapolou o mero relato e o merecido regozijo para, ao contrário, envolver o leitor em uma obra literária, onde ficção e realidade se cruzam, compondo os cenários e as mudanças de Florianópolis ao longo de um século. “Os relatos transitam rigorosamente por cronologia de tempo testemunhando o papel decisivo da ACIF tanto na superação das crises como no deslanchar das fases de prosperidade. Nada ficou esquecido pelos autores”, elogia no prefácio o doutor em sociologia Nereu do Vale Pereira. Baseados no conceito de “storytelling”, que é a capacidade de conciliar a eficiência com o encanto na hora de contar histórias e transmitir valores, os autores assumiram dois métiers distintos, conforme a área em que atuam. Ao publicitário Carlo Manfroi coube a ficção. Protagonizados por Naná, um centenário que coleciona boas memórias, os contos revisitam desde a Florianópolis de antigamente, à beira do cais Rita Maria, até a Capital de hoje, uma cidade vinculada a conceitos nem sequer imaginados na fundação da ACIF, como tecnologia, sustentabilidade e gestão do turismo. “Com o recurso literário por meio de Naná, personagem fictício, o livro é capaz de restituir épocas atravessadas pelas realidades regionais desde a vida artesanal, pujante em riquezas naturais que foi se transformando, tudo embalado pelo mar, até nossos dias”, resume o premiado ensaísta Jayro Schmidt, que assina a Apresentação do livro. Cada um dos 17 contos é seguido pela narração dos fatos, fruto de ampla pesquisa histórica e de entrevistas da jornalista Ana Lavratti com todos os ex-presidentes ainda vivos da entidade, além de colaboradores, voluntários da ACIF e lideranças responsáveis por consolidar esta trajetória centenária. Desde os primeiros serviços de banco e de coleta postal na Ilha, da internacionalização do aeroporto à mudança no trajeto da BR-282, do primeiro Calçadão ao horário livre do comércio, da preservação do meio ambiente à redução de impostos, as grandes conquistas da cidade passam pela forte atuação da ACIF. “Trata-se de um verdadeiro mapeamento etno-histórico que serve de referência para atuais e futuros estudos”, define Jayro Schmidt.Com edição apurada, o livro prima pelo texto, mas não dispensa fotos de época, concentradas em seu miolo. Pelo longo período envolvido, Somos Centenários – memórias dos 100 anos da ACIF traz ainda a evolução de posturas e comportamentos, abordando o empoderamento feminino, o advento de jovens líderes e a concorrência exercida pelo e-commerce. Dentro das contribuições da associação, também aborda a criação do Sindilojas, Facisc, Fecomércio, ADVB-SC e uma série de instituições nascidas no seio da ACIF. "O trabalho está excelente tanto do ângulo literário quanto dos conteúdos históricos”, resume o professor Nereu do Vale Pereira, com a expertise de quem já ocupou a vice-presidência do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.